Faça seu cadastro para receber as novidades do
Leandro Lourenço no seu e-mail.
Arquivo da categoria: closet
Postado em: 11 de junho de 2013 - Publicado em Dicas, Homem, Jaquetas, closet

No mundo fashion do street style, assim como nos editoriais de moda e coleções de grandes estilistas, as jaquetas voltaram a circular.

Alçadas à cena fashion elas aparecem em jeans, couro, tecido, moletom.

Atenção para a volta do uso dessa peça rebelde com as clássicas camisas e gravatas!

Postado em: 10 de maio de 2013 - Publicado em Camisetas, Estilo, Homem, closet

Ela significa ambição, coragem e confiança em si mesmo, além o apelo mais sensual que ela tem.

O vermelho dá um toque vibrante e especial aos looks no Inverno, ele quebra aquela sobriedade das produções e é muito fácil de usar em ocasiões casuais. Apenas casuais tudo bem? Peças vermelhas cansam muito o olhar das pessoas, principalmente pelo seu tom vibrante, e não podem ser muito bem vistas em um local mais conservador, como um ambiente de trabalho, justamente pelo apelo de sensualidade.

fonte: Moda Para Homens

Postado em: 20 de dezembro de 2012 - Publicado em Camisas, Dicas, Esporte Fino, Homem, closet
Hoje vista como uma peça jovial, a camisa de manga curta fez parte do guarda-roupa masculino há algumas décadas. O modelo se popularizou após a Segunda Guerra Mundial, como uma versão casual da camisa social. E a moda pegou mesmo no final dos anos 1940 e começo dos anos 1950, virando ícone de uma geração. Depois, caiu em desuso.
Este ano, na última temporada dos desfiles internacionais de verão, marcas renomadas enfatizaram o retorno da moda dos braços de fora. Opção confortável para dias quentes, a camisa de manga curta deve ser usada casualmente. Ou seja, a não ser que você vire integrante de uma banda hipster do momento, não arrisque combiná-la com gravata.
Por ser mais descontraída, é uma boa escolha para o casual friday no escritório e pode ser usada com jeans ou calça chino. Se houver a possibilidade de uma reunião durante o dia, um bom blazer por cima resolve o problema e deixa o visual alinhado.
Nos finais de semana, a camisa de manga curta substitui a camiseta e vai bem com bermuda de modelagem mais seca (esqueça os bolsos laterais) e um tênis clean. De dia, se o evento pedir algo mais arrumado porém sem tanto protocolo, ela casa com uma calça de alfaiataria.
Em 1927, René Lacoste já havia aparecido usando camisa de manga curta dentro de quadras de tênis. Seja na versão esportiva do sr. Lacoste ou como sugerem as marcas mais atuais, resgatando o clima retrô do pós-guerra, a peça provou que é uma boa alternativa. Se Steve McQueen, ícone atemporal de elegância, não largava a sua, é sinal de que você estará fazendo uma boa escolha.
Hoje vista como uma peça jovial, a camisa de manga curta fez parte do guarda-roupa masculino há algumas décadas. O modelo se popularizou após a Segunda Guerra Mundial, como uma versão casual da camisa social. E a moda pegou mesmo no final dos anos 1940 e começo dos anos 1950, virando ícone de uma geração. Depois, caiu em desuso.
Este ano, na última temporada dos desfiles internacionais de verão, marcas renomadas enfatizaram o retorno da moda dos braços de fora. Opção confortável para dias quentes, a camisa de manga curta deve ser usada casualmente. Ou seja, a não ser que você vire integrante de uma banda hipster do momento, não arrisque combiná-la com gravata.
Por ser mais descontraída, é uma boa escolha para o casual friday no escritório e pode ser usada com jeans ou calça chino. Se houver a possibilidade de uma reunião durante o dia, um bom blazer por cima resolve o problema e deixa o visual alinhado.
Nos finais de semana, a camisa de manga curta substitui a camiseta e vai bem com bermuda de modelagem mais seca (esqueça os bolsos laterais) e um tênis clean. De dia, se o evento pedir algo mais arrumado porém sem tanto protocolo, ela casa com uma calça de alfaiataria.
Em 1927, René Lacoste já havia aparecido usando camisa de manga curta dentro de quadras de tênis. Seja na versão esportiva do sr. Lacoste ou como sugerem as marcas mais atuais, resgatando o clima retrô do pós-guerra, a peça provou que é uma boa alternativa. Se Steve McQueen, ícone atemporal de elegância, não largava a sua, é sinal de que você estará fazendo uma boa escolha.
Tags: , , ,
Postado em: 1 de dezembro de 2012 - Publicado em Acessórios, Alfaiataria, Blazer, Camisas, Camisetas, Couro, Dicas, Esporte Fino, Homem, Jaquetas, Ternos, closet

O Cabide é o melhor amigo do homem que trabalha de terno. E, também, do homem que embora não trabalhe de terno, se preocupa com a manutenção de suas roupas e maximiza o invertimento em seu closet (guarda-roupa).

Por que investir em cabides? Simples. Roupas, sobretudo as masculinas ditas formais como ternos (paletós e calças) ou semi-formais como blazers,casacos, capas e trench coats e capas de chuva, exigem cuidados de manutenção, conservação, limpeza e armazenamento.Abaixo, se você ainda não conhece, um típico trench coat, ou impermeável, peça super na moda em muitas versões e tipos de tecidos.

Os cabides tem um papel fundamental nesse processo de manutenção. Os melhores e mais apropriados para os trajes masculinos são os dos modelos abaixo, pois a parte de cima segue o contorno dos ombros dos paletós e a sua largura, na parte de baixo, segue um padrão para acomodar calças de todos os tamanhos. São mais caras mas duram mais e garantes vida longa a suas roupas, tanto as de trabalho, quanto as casuais para as baladas e fim de semana.

Dicas de cabides:

1 – Livre-se para sempre dos cabides de arame das lavanderias, assim como os de plástico vagabundos. Eles podem rasgar roupas, além de deformarem paletós. Lembrem-se de que camisas de malha, camisas polo, puloveres, agasalhos de lã, cardigans e peças semelhantes deves ser guardadas dobradas, separadas por categoria, em gavetas ou espaços próprios nos guarda-roupas, e não nos cabides de quaisquer espécie.

2 – Bermudas de sarja ou jeans, também devem ser guardadas dobradas, assim evitamos o congestionamento no espaço nobre de seu guarda-roupa, que a meu ver, deve ser reservado para o traje que seja o seu uniforme de trabalho. Para muitos, os ternos. Os cabides com garras são usados para calças sociais que devem ficar de ponta cabeça, ou seja, prenda-as pelas bainhas. Servem também para bermudas de alfaiataria. IMPORTANTE : às garras as vezes soltam as roupas e criam confusão na hora de vocêse vestir e isso pode atrasa-lo. Além do mais, em regiões de praia, se não forem de material apropriado, correm o risco da oxidação por conta da maresia. Já os do modelo abaixo, são ideais para calças e camisas. Ocupam menos espaço.

3 – Existem versões de cabides coloridos ou laqueados. DICA : escolha os pretos pois não sujam e escondem as marcas do tempo. Existem versões recobertas de veludo ou outros tecidos, mas cuidado para não transformar seu closet num samba do crioulo doido. Uniformizar e organizar devem ser os verbos conjugados em seu guarda-roupa.

4 – Não amontoe roupas num único cabide: a função do cabide é armazenar e conservar, assim,  um único elemento super lotado pode exercer a função contraria, amassando roupas ou deformando silhuetas. Lembre-se de que seu closet tem que ser organizado, prático e funcional, portanto capriche na hora da compra de cabides, como se fosse um investimento. Compre novos e troque-os regularmente e assim você aproveita e dá uma geral em suas roupas, de tempos em tempos.

Tags: , , , , ,
beagle--logo
logo8
logo7
logo6
logo4
logo3
logo1
logo2