Faça seu cadastro para receber as novidades do
Leandro Lourenço no seu e-mail.
Arquivo da categoria: Ternos
Postado em: 1 de fevereiro de 2013 - Publicado em Alfaiataria, Alta-costura, Ternos
Que o terno slim fit é mais ajustado ao corpo que o traje social clássico nós já estamos cansados de saber, mas como deve ficar o caimento em seu corpo? Existem alguns cuidados  para estar elegante dentro de um destes, faça o checklist abaixo para saber se, no seu caso, ele é um bom investimento:

1  – O paletó é mais justo e acinturado, quem ganha peso fácil tem que tomar cuidado, qualquer incremento na balança pode impossibilitar seu uso;
2 – a calça segue o mesmo padrão, mas não é uma skinny, tem que afinar a silhueta sem ficar colada no corpo. Se você tem pernas grossas deve evitar;
3 – As lapelas são mais finas para seguir a silhueta slim do restante do traje e podem não cair bem com rostos muito redondos, dando a impressão que a cabeça é maior do que é na realidade!
4 – Quando estiver de pé sempre deixe o paletó fechado, já que o mais bacana deste tipo de terno é a silhueta seca, aproveite ao máximo o fit desta peça para ficar mais elegante;
5 – A camisa também tem que ser slim, assim não teremos pano sobrando, principalmente na região abdominal, não comprometendo o corte, o abotoamento e a forma do seu corpo;
6 – Use gravata skinny para manter a harmonia, principalmente com as lapelas estreitas;
7 – Assim como em qualquer terno, os ombros não podem ser muito largos ou apertados, então os fortões podem ter problemas aqui. Aconselho optar pelo modelo clássico;
8 – A maioria dos ternos deste tipo vem com apenas uma fenda traseira no paletó, provavelmente porque duas delas fariam seu quadril parecer mais largo, mesmo que a peça caia melhor com elas, mas isso é só uma suposição minha;
9 – Nada de tecido repuxado em nenhuma das peças, se não serviu direito procure em outra loja;
10 – Evita ao máximo colocar coisas volumosas nos bolsos, aliás essa regra vale para todos os trajes, sejam eles casuais ou sociais, mas aqui o problema é ainda maior, pois qualquer coisa fica marcada e deixa seu corpo disforme.

Postado em: 17 de dezembro de 2012 - Publicado em Alfaiataria, Blazer, Calcados, Camisas, Esporte Fino, Homem, Sapatos, Ternos, calca

Enfim chegou o tão esperado dia da formatura. Depois de tantas provas, exames e trabalhos, você ainda tem que resolver um último problema: “que roupa usar?”

Antes de pensar em qual roupa usar é importante lembrar algumas coisas:
(PS: A maioria das dicas servem para convidados também)

• Pesquise se existe um traje obrigatório para a formatura. Muitas vezes esse traje está descrito no convite que é enviado para os convidados. Nós temos um post que explica um pouco sobre cada tipo de traje. Mesmo se não constar nada no convite -o que muitas vezes acontece- converse com seus professores, diretores e até colegas da sala, para ver se existe um traje que vai ser padrão para todos os alunos. Normalmente as formaturas de 8ª série e 3º colegial são mais informais, já as de ensino superior exigem algum tipo de traje.

• Saiba mais sobre o local da formatura e o clima do dia. Vai chover? Vai fazer frio ou vai estar como o Deserto do Saara? No local que acontecerá a festa tem ar condicionado? Ou eles vão usar aqueles ventiladores gigantes que só refrescam as mesas que estão perto da parede? Essas informações são importantes para você compor o seu look. Se você sabe que vai estar calor, é importante focar nas roupas leves, já se tiver um bom ar condicionado, aproveite para ousar nos acessórios e blazers mais elegantes.

• Formatura é um evento social e não uma festa de amigos. Lembre-se que seus pais, avós, irmãos, romances e afins, estarão na festa. Por isso, arrume-se de uma forma que vá agradar a todos e não somente os seus amigos. Não use a formatura para ser o cara brincalhão e ousado que você não foi durante as aulas. E para os brincalhões, use a formatura para mostrar que você sabe se comportar em algum momento da sua vida, seja adulto pelo menos essa vez.

• Marque pela elegância e não pela ousadia. Como você sabe que pode ser sua última festa com um grupo de amigos e o clima de “despedida” está no ar, geralmente existe a vontade de criar um look para marcar na memória de todos, certo? Repito novamente: “Marque pela elegância e não pela ousadia.” É comum ver gente querendo fazer brincadeiras com cuecas, ir de All Star quando o traje é social, usar gravatas com mulheres peladas, usar peças neon, etc. E no fim acabam sendo o motivo de piada da turma. As pessoas dão risada, mas ninguém quer esse elemento no seu álbum de formatura. Diferente daquele que foi para a formatura com um look simples mas elegante, que chamou a atenção de todos pelo “bem vestir” e não pela ousadia.

• Use maquiagem se necessário. É comum ver gente decepcionada com as suas fotos de formatura porque estava com uma espinha ingrata no meio da testa. Já fiz um vídeo que ensina dicas básicas para cobrir espinhas e deixar a pele preparada para uma festa ou sessão de fotos. Se você seguir as dicas, ninguém vai reparar que você está de maquiagem e você estará preparado para qualquer foto! ;)

• Divirta-se com moderação. É normal querer beber todas, sair pulando em cima dos amigos, subir no palco do dj ou da banda, etc. Mas lembre-se da moderação. Não é para ficar igual um bobo no canto da festa, mas também não é para ser aquele que vai ser o primeiro a usar o ambulatório. Festas de formatura, por mais simples que sejam, são caras. Já vi dezenas de rapazes que não se controlaram com a bebida e depois se arrependeram, pois deram vexame na frente dos familiares e amigos e -em alguns casos- fizeram algumas pessoas saírem da festa para levá-los para o hospital. Não estrague a festa de alguém, não estrague a sua festa.
Dicas de looks

Agora sim, confira algumas dicas de looks e combinações de peças para você se inspirar na hora de escolher a sua roupa para uma festa de formatura.

Blazer + Jeans + Sapato

Colete + Camisa + Sapato

Camisa + Calça social + Sapato

Camisa + Blazer + Calça social + Sapato

Gravata Borboleta + Sapato

Passeio Completo (Blazer, Camisa, Gravata, Calça Social e Sapato)

Tags: , , , , , ,
Postado em: 1 de dezembro de 2012 - Publicado em Acessórios, Alfaiataria, Blazer, Camisas, Camisetas, Couro, Dicas, Esporte Fino, Homem, Jaquetas, Ternos, closet

O Cabide é o melhor amigo do homem que trabalha de terno. E, também, do homem que embora não trabalhe de terno, se preocupa com a manutenção de suas roupas e maximiza o invertimento em seu closet (guarda-roupa).

Por que investir em cabides? Simples. Roupas, sobretudo as masculinas ditas formais como ternos (paletós e calças) ou semi-formais como blazers,casacos, capas e trench coats e capas de chuva, exigem cuidados de manutenção, conservação, limpeza e armazenamento.Abaixo, se você ainda não conhece, um típico trench coat, ou impermeável, peça super na moda em muitas versões e tipos de tecidos.

Os cabides tem um papel fundamental nesse processo de manutenção. Os melhores e mais apropriados para os trajes masculinos são os dos modelos abaixo, pois a parte de cima segue o contorno dos ombros dos paletós e a sua largura, na parte de baixo, segue um padrão para acomodar calças de todos os tamanhos. São mais caras mas duram mais e garantes vida longa a suas roupas, tanto as de trabalho, quanto as casuais para as baladas e fim de semana.

Dicas de cabides:

1 – Livre-se para sempre dos cabides de arame das lavanderias, assim como os de plástico vagabundos. Eles podem rasgar roupas, além de deformarem paletós. Lembrem-se de que camisas de malha, camisas polo, puloveres, agasalhos de lã, cardigans e peças semelhantes deves ser guardadas dobradas, separadas por categoria, em gavetas ou espaços próprios nos guarda-roupas, e não nos cabides de quaisquer espécie.

2 – Bermudas de sarja ou jeans, também devem ser guardadas dobradas, assim evitamos o congestionamento no espaço nobre de seu guarda-roupa, que a meu ver, deve ser reservado para o traje que seja o seu uniforme de trabalho. Para muitos, os ternos. Os cabides com garras são usados para calças sociais que devem ficar de ponta cabeça, ou seja, prenda-as pelas bainhas. Servem também para bermudas de alfaiataria. IMPORTANTE : às garras as vezes soltam as roupas e criam confusão na hora de vocêse vestir e isso pode atrasa-lo. Além do mais, em regiões de praia, se não forem de material apropriado, correm o risco da oxidação por conta da maresia. Já os do modelo abaixo, são ideais para calças e camisas. Ocupam menos espaço.

3 – Existem versões de cabides coloridos ou laqueados. DICA : escolha os pretos pois não sujam e escondem as marcas do tempo. Existem versões recobertas de veludo ou outros tecidos, mas cuidado para não transformar seu closet num samba do crioulo doido. Uniformizar e organizar devem ser os verbos conjugados em seu guarda-roupa.

4 – Não amontoe roupas num único cabide: a função do cabide é armazenar e conservar, assim,  um único elemento super lotado pode exercer a função contraria, amassando roupas ou deformando silhuetas. Lembre-se de que seu closet tem que ser organizado, prático e funcional, portanto capriche na hora da compra de cabides, como se fosse um investimento. Compre novos e troque-os regularmente e assim você aproveita e dá uma geral em suas roupas, de tempos em tempos.

Tags: , , , , ,
Postado em: 27 de novembro de 2012 - Publicado em Acessórios, Ternos, Tênis

Quem aí já quis usar um terno mas não sabia como deixar o look mais urbano, jovem e menos formal? Talvez esse desejo tenha partido das celebridades, que enfrentavam red carpets com ternos e sempre muitos iguais. Alguns sentiam falta de usar roupas mais descoladas e urbanas, ter uma identidade que fizesse a diferença! Até que os personal stylists resolveram incluir um novo item ao look social: o sneaker!

Hoje a tendência chegou na “vida real” e é super comum encontrar alguém com esse estilo em semanas de moda e baladas mais moderninhas. É uma forma fácil e bacana de unir dois estilos em algo novo. O look não deixa de ser alinhado, porém transmite uma vibe mais jovem e cheia de atitude.

Inspire-se nas fotos acima e atualize seu terno! Garanto que vai fazer sucesso…

Tags: , ,
Postado em: 1 de novembro de 2012 - Publicado em Alfaiataria, Blazer, Dicas, Homem, Moda Masculina, Ternos

O blazer é uma das peças curingas do seu guarda-roupa. É útil para quase todas as situações, podendo ser combinada com camisa social, camisa pólo, camisa jeans, calça jeans, malha de gola rolê, calça de veludo, calça social. Com gravata ou sem gravata. Pra se proteger do friozinho com elegância. Se você é mais descolado pode juntá-lo com um tênis baixinho e clássico. Se não, ele mantém uma ligação natural com o sapato social. Existem vários modelos para vários gostos. Escolha o que lhe cai melhor:

PALETÓ DO TERNO

Na falta de um blazer, o paletó do terno pode quebrar o galo. De preferência deve ser azul marinho, clássico, com dois ou três botões e o tecido pesado. Saiba de antemão que ele pode sofrer um desgaste e não ficar mais do mesmo tom da calça. As duas peças juntas podem denunciar que já foram separadas!

BLAZER AZUL MARINHO

Este é o curinga dos curingas. No verão pode ser de gabardine, e o inverno, de lã. Pode ter dois ou três botões. É uma peça atemporal que está acima das tendências e flutuações da moda. É um ótimo investimento que dura muitos anos.

BLAZER DE VERÃO

Cai muito bem um blazer com padrão xadrezinho miúdo, 100% algodão.Pode haver uma pequena mistura com poliéster para amassar menos. a estrutura deve ser leve, com apoio aos ombros. Não exige forro e pode ter dois ou três botões. Cai bem com as calças de verão, brim, jeans e sarja. É um modelo clássico.

BLAZER DE INVERNO

O marrom é uma cor de blazer que cai bem no inverno, principalmente com as lãs, em xadrês miúdo e tweeds. Na verdade o marrom cai bem com todas as texturas do inverno. Você pode optar por reforço de camurça ou couro nos cotovelos, desde que eles fiquem em tons de bege e marrom para não gerar muito contraste. Os botões do blazer podem ser de couro e mais vistosos. Temos visto em desfiles e já nas lojas, blazer de inverno com os botões cruzados, aqueles grandes que ficam com botões de um lado e do outro. Podem ser um pouco mais acinturados, com bolsos laterais e são muito modernos e elegantes.

Postado em: 8 de setembro de 2012 - Publicado em Ternos

Risca de giz é uma estampa muito fina e elegante, costuma ser usado em roupas sociais nas ocasiões onde pede trajes formais. Mas como tudo que envolve a moda existem regrinhas para se seguir, porque você pode transformar uma peça elegante em brega em “dois passos”. Então tome cuidado e siga as nossas recomendações.

O que poucas pessoas sabem é, um tecido risca de giz costumam ter esse detalhe feito com fios entrelaçados ao tecido em outras cores. Por isso nos deparamos várias vezes com diferença de preço absurdos, agora já sabem porquê. Se quiser uma peça de qualidade prefira os legítimos, ao contrário da risca estampada.

Há alguns tipos de linhas, uma lisa de ponta a ponta, pontilhada, mais grossa ou mais fina, cores diferentes e dentre outras da sua preferência.

Ternos risca de giz

O terno é o traje onde encontramos com maior frequência esse tipo de tecido, onde temos conjunto formado por paletó, calça e com ou sem colete risca de giz. Ele é indicado para cerimônias de casamentos, eventos de gala e sociais. A vantagem está em trazer modernidade ao conjunto social, apesar de clássico.

Aprender como usar é simples pois não há escolha quando falamos de ternos, mas as cores são importantes. O terno cinza é indicado no período manhã e tarde, já o preto indicado para período noturno. O azul caminha no meio termo, totalmente independente.

Chapéu risca de giz

Na segunda colocação também encontramos com frequência chapéu fedora, mas o mais legal de tudo isso que atua com complemento visual. Democrático é seu sobrenome porque cabem combinações não só com social quanto roupas mais casuais, inclusive t-shirt simples. Um chapéu de qualidade chega custar 100 reais ou mais facilmente, então não é qualquer coisa.

Escolha entre preto e azul porque oferece facilidade na hora de combinar com outros elementos. São cores que chamamos de coringa.

Blazer risca de giz

Falamos sobre os ternos masculinos, mas o blazer nada mais é que um paletó solitário. Pois chamamos de paletó quando está em conjunto da calça e/ou do colete de mesmo tecido e cor.

Tags: , , ,
beagle--logo
logo8
logo7
logo6
logo4
logo3
logo1
logo2